Oeiras lança plataforma de apoio escolar

O Município de Oeiras apresentou no dia 21 de Fevereiro, no auditório do Templo da Poesia, no Parque dos Poetas, o programa Oeiras Educa, desenvolvido no âmbito da política educativa traçada para os próximos quatro anos.

Perante cerca de uma centena de professores, o presidente da Câmara de Oeiras, Isaltino Morais, disse que, já afirmou várias vezes que quer ter em Oeiras os melhores alunos do país e, para isso, é importante criar ferramentas tecnológicas inovadoras como esta, que facilitam o trabalho daqueles que serão, provavelmente, os maiores responsáveis pelo cumprimento desse objetivo, os professores, e este programa, Oeiras Educa, é talvez a melhor forma de traduzir as características deste Município e da estratégia política deste executivo.

O vereador da Câmara de Oeiras, Pedro Patacho, responsável pela área da Educação, apresentou o programa, dizendo que o seu objetivo é criar uma rede de parcerias com entidades em diversas áreas temáticas, e que, de forma simples, cada educador em função da sua disciplina, possa agendar uma atividade. 

O programa tem a ambição de ligar o ensino ao território, explorando o potencial da oferta educativa existente, como complemento ao trabalho que os docentes desenvolvem diariamente nas suas salas de aula. O Portal criado pretende ser um canal de comunicação direto entre os docentes das escolas públicas de Oeiras e o Município, sendo apenas necessária a inscrição em www.oeiraseduca.pt.

O portal inclui um diretório de projetos e atividades educativas de enriquecimento curricular, disponíveis no Concelho e está organizado em oito áreas temáticas, Artes Performativas, Artes Visuais, Língua e Literatura, Ciência e Tecnologia, História e Património, Sociedade e Cidadania, Ambiente e Sustentabilidade e Literacia Digital.

Os docentes poderão efetuar pesquisa, segundo a área temática, consultar as atividades disponíveis e proceder à sua marcação, inscrevendo o número de alunos e acompanhantes e poderá também ser requerido transporte sempre que necessário.

A Câmara de Oeiras assume os custos inerentes à realização das atividades disponibilizadas no Portal e aos transportes reservados para o efeito, de forma a garantir a todos os alunos o acesso às atividades disponíveis.

Em declarações ao Correio da Linha, Paulo Patacho, esclareceu que com este programa qualquer professor pode registar-se no portal, escolher uma das atividades e agendar uma deslocação com a sua turma, para uma experiência educativa, mas também pode sugerir a inclusão neste programa de atividades que considere importantes.

O programa tem parcerias com diversas entidades, como por exemplo, o Instituto Gulbenkian de Ciência, com quem foram preparadas diversas atividades, por exemplo, “os cientistas vão à escola”, que permite aos professores convidarem um cientista para dar uma aula aos seus alunos, mas também podem solicitar uma visita aos laboratórios do IGC. 

Referiu ainda Pedro Patacho que este projeto não está acabado, ou seja, há instituições que ainda não estão incluídas no programa mas é intenção fazer a inclusão de todas aquelas em que se reconheça o interesse para o processo educativo. 

Autor: Alexandre Gonçalves

Deixar um comentário