Sintra reforça defesa da floresta contra incêndios

Numa altura em que se aproxima a chamada ‘época de incêndios’ e se anunciam temperaturas elevadas com mecanismos de alerta a serem activados por todo o País, a Câmara Municipal de Sintra assinou dois protolocos de colaboração para a vigilância e intervenção na Serra de Sintra, no âmbito do sistema de Protecção Civil e defesa da floresta contra incêndios.

Um dos protocolos assinados, no valor de 440 mil euros, foi celebrado entre o Município, a empresa Parques de Sintra – Monte da Lua, a Fundação CulturSintra e as nove Associações Humanitárias de Bombeiros Voluntários do concelho e visa regular o funcionamento e apoiar os Grupos de Intervenção Permanente destas corporações, sendo que cada um vai ser reforçado com cinco novos elementos.

O segundo protocolo assinado, no montante de 14 500 euros, foi estabelecido pela Autarquia, a empresa Parques de Sintra – Monte da Lua, a Planbelas – Sociedade Imobiliária e a Associação Humanitária de Bombeiros Voluntários de Belas e pretende reforçar o Posto de Vigia de Belas, situado no Belas Clube de Campo, a funcionar entre 1 de junho e 6 de novembro.

O Posto de Vigia de Belas é de grande importância no que se refere à observação do território por ser o único que permite, em simultâneo, estabelecer cruzamento de azimutes com os postos de vigia do Alcoitão e de Nafarros, tornando-se um elo fundamental para a determinação exacta do surgimento de uma coluna de fumo em qualquer das vertentes da Serra de Sintra.

Autor: Redacção

Deixar um comentário