Fados de Ary dos Santos recordados na Amadora

Joana Amendoeira, uma das vozes mais relevantes da chamada ‘nova geração do Fado’, sobe esta sexta-feira à noite (21h30) ao palco do Cineteatro D. João V, na Damaia (Amadora), para apresentar o espectáculo “Os Fados do Ary”.

Autor de mais de 600 poemas para canções, Ary dos Santos (1936-1984) é um nome incontornável da poesia portuguesa, a quem se devem inúmeros êxitos interpretados por artistas consagrados.

Simone de Oliveira com “Desfolhada Portuguesa” (1969), Tonicha com “Menina do Alto da Serra” (1971), Fernando Tordo com “Tourada” (1973) e o grupo Os Amigos com “Portugal no Coração” (1977) venceram o Festival Eurovisão da Canção com poemas de Ary dos Santos.

Também Amália Rodrigues e Carlos do Carmo imortalizaram alguns dos poemas escritos pelo poeta. Entre outros, a fadista cantou “Meu Amor, Meu Amor”, “Alfama” e “Rosa Vermelha”, enquanto Carlos do Carmo popularizou “Estrela da Tarde”, “Lisboa, Menina e Moça” e “Os Putos”.

No palco do Cineteatro D. João V, Joana Amendoeira vai ser acompanhada pelos músicos Pedro Amendoeira (guitarra portuguesa), João Filipe (viola de fado) e Carlos Menezes (contrabaixo).

Autor: Redacção

Deixar um comentário