Edifício da PSP inaugurado 25 anos depois de muitos imbróglios

Na próxima terça-feira (16 Julho), pelas 16h00, vai ser finalmente inaugurado o edifício que vai servir de ‘casa’ à Divisão de Cascais da Polícia de Segurança Pública (PSP). A cerimónia ocorre 25 anos depois de muitos imbróglios em torno do chamado ‘edifício amarelo’, como ficou conhecido o imóvel, cuja utilização foi avaliada por oito governos, envolvendo a intervenção de 11 ministros da Administração Interna.

Propriedade do Ministério da Administração Interna, o edifício começou a ser construído em 2000, na Av. Adelino Amaro da Costa, com o objectivo de albergar a Divisão da PSP de Cascais e resolver um problema que se arrastava há mais de 60 anos com uma esquadra provisória da PSP. A construção acabou por ficar a meio devido a problemas ocorridos com os sucessivos empreiteiros que assumiram a obra. 

Face à dificuldade em resolver o problema, a demolição do edifício chegou mesmo a ser avaliada, mas em 2016 a Câmara Municipal de Cascais assumiu a responsabilidade de avançar com o processo, iniciativa que culmina agora com a inauguração das novas instalações da PSP Cascais, cuja cerimónia de inauguração vai ser presidida pelo presidente da autarquia cascalense, Carlos Carreiras.

Após 2,9 milhões de euros investidos, as ‘novas’ instalações vão acolher todos os serviços da PSP Cascais, nomeadamente a secção de armas e explosivos, a secção de apoio geral, a secção de operações e informações, os sistemas de informação e comunicações, a subsecção de recursos humanos, logística e a secção de escalas. Espaço ainda para a esquadra de trânsito, esquadra de intervenção e fiscalização policial e esquadra de investigação criminal.

Autor: Redacção

Deixar um comentário