Amadora assegura videoprotecção até 2021

O sistema de videoprotecção no concelho da Amadora, instalado há pouco mais de dois anos, em Maio de 2017, recebeu luz verde para renovar a autorização de funcionamento por mais dois anos, de acordo com um despacho da Secretária de Estado Adjunta e da Administração Interna.

De acordo com o texto do despacho emanado pelo gabinete de Isabel Oneto, publicado em ‘Diário da República’, é aprovada “a renovação da autorização do sistema de videovigilância no concelho da Amadora, por um período de dois anos, com efeitos a 12 de maio de 2019”.

Desde 11 de Maio de 2017, o Município da Amadora dispõe de 103 câmaras de videoprotecção em funcionamento nos espaços públicos. A instalação das câmaras representou um investimento municipal de um milhão de euros, acrescido de cerca de 900 mil euros na rede de fibra ótica.

O sistema de videoprotecção, instalado em zonas mais críticas do concelho, como a zona central da cidade da Amadora, Alfornelos, Brandoa, Damaia, Reboleira, Venda Nova e Venteira, tem merecido uma avaliação positiva por parte da PSP, que admite uma descida dos índices de criminalidade nas zonas abrangidas. 

Autor: Redacção

Deixar um comentário